Agência de Jornalismo Investigativo

Investigamos as iniciativas de autodefesa dos Ka’apor no Maranhão e de autodemarcação do território Munduruku no Pará. Com a presença da Funai enfraquecida os indígenas lidam com o assédio de madeireiros, garimpeiros e grileiros

27 de fevereiro de 2018
Você precisa ser um aliado para comentar.
Fechar
Fechar
Só aliados podem denunciar comentários.
Fechar