Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Ciro Barros

Repórter da Agência Pública há seis anos. Ganhou os prêmios do Movimento Nacional de Direitos Humanos, da OAB, pela reportagem “O Inquérito do Black Bloc” e o prêmio da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) em 2015 e 2016 pela reportagem “No Ceará, terra dos Tremembé é ameaçada por resort espanhol” e pela série “Amazônia em Disputa” – cobertura finalista dos prêmios Gabriel García Marquez e Petrobras de Jornalismo. Também pela Pública, participou da premiada série do ICIJ “Evicted and Abandoned: The World Bank’s Broken Promise To The Poor” com a reportagem “Obras do Banco Mundial deixam comunidades do sertão do Ceará sem água potável”. Em 2017, recebeu menção honrosa na categoria Arte no Prêmio Vladimir Herzog pela HQ “A Execução de Ricardo”. Teve passagens pela redação do Diário LANCE! e no LANCE!NET.


Queimadas quadruplicam em assentamento mais incendiado do Pará

27 de agosto de 2019 | por , e

Nossa reportagem visitou uma das áreas públicas mais incendiadas no estado; aumento de queimadas no assentamento Terra Nossa coincide com o "dia do fogo"

Amazônia em chamas

27 de agosto de 2019

Polícia aponta fazendeiros como possíveis mandantes de morte de sindicalista no Pará

18 de julho de 2019 | por

Investigação ainda não descartou outras hipóteses para a morte de Carlos Cabral, em Rio Maria; motivação indica conflito por terra em área indígena

Fogo e bala no acampamento

15 de julho de 2019

Conflictos agrarios y destrucción en la Amazonia brasileña

15 de julho de 2019 | por

En Brasil, 97,7% de las áreas en conflicto se encuentran en la Amazonia Legal, donde las disputas por tierra y la destrucción ambiental andan lado a lado; contamos las historias de agricultores familiares blancos de la creciente violencia en el país

Fogo, pistolagem e medo na fazenda 1.200 no Pará

15 de julho de 2019 | por

Conflito de terra que se arrasta há 13 anos vive escalada de violência em 2019; famílias foram atacadas a tiros e suas casas, queimadas

Disputa por terra pode ter levado a assassinato de sindicalista no Pará

13 de junho de 2019 | por

Polícia Civil de Rio Maria trabalha com duas linhas principais de investigação para a morte com sinais de execução de Carlos Cabral; nossa reportagem esteve lá e conta como os conflitos de terra fazem da região a líder de chacinas no país

Dois anos do massacre de Pau D’Arco: mandantes ainda impunes e ameaça de despejo

24 de Maio de 2019 | por

Em entrevista à Pública, a advogada Andréia Silvério, da CPT de Marabá, conta que os sobreviventes da chacina que vitimou dez trabalhadores ocupantes da fazenda Santa Lúcia em Pau D’Arco (PA) não receberam nenhum apoio do Estado, e que novos conflitos são iminentes

“Nós precisamos dar sustentação ao homem que elegemos”

22 de Maio de 2019 | por

Em ato durante a AgroBrasília, produtores rurais e representantes de 76 entidades do setor se vestiram de verde e amarelo para defender reformas da Previdência e tributária e pacote anticrime de Moro e “cobrar” lealdade dos parlamentares a projeto do governo

“Não estamos para confrontar ninguém, mas não podemos nos omitir da nossa missão”, diz presidente do Cimi

10 de Maio de 2019 | por

Em entrevista à Pública, dom Roque Paloschi diz não temer os ataques vindos do governo Bolsonaro e ressalta importância da realização do Sínodo da Amazônia em um momento em que a floresta e os povos originários estão mais ameaçados do que nunca

“Desfaça tudo essas reservas”, diz produtora a secretário em reunião de fazendeiros do Pará com governo federal

22 de abril de 2019 | por

Em encontro fechado no Ministério da Agricultura, ruralistas do Pará cobram do governo Bolsonaro – apoiado por eles desde a campanha – medidas contra política ambiental, e mesmo ilegais, como fim da fiscalização e revogações de UCs

Ruralistas cobran el apoyo dado al gobierno de Bolsonaro

22 de abril de 2019 | por

En un encuentro cerrado ruralistas de Pará critican a los órganos ambientales, mientras representantes del gobierno prometen favorecer los intereses del grupo