Indígenas do norte de Minas Gerais não podem mais pescar ou caçar na região do Rio Doce. Ouça nossa reportagem

Indígenas do norte de Minas Gerais não podem mais pescar ou caçar na região do Rio Doce. Ouça nossa reportagem

25 de abril de 2017
12:00
Este texto foi publicado há mais de 3 anos.

Para os índios Krenak que vivem às margens do rio Doce, a lama proveniente da mina da Samarco trouxe o fim da pesca e da caça e o ocaso de um estilo de vida. A empresa não responde se há salvação para aquelas águas.

O material em áudio foi produzido pela Agência Pública e publicado em parceria exclusiva com a rádio CBN no último sábado, dia 22/4 e reprisado no domingo, 23/4.

Leia também: Watu Morreu 

Imagem em destaque na home: Agência Brasil 

Seja aliada da Pública

Bom jornalismo é remédio contra o autoritarismo. Quer defender a democracia? Doe mensalmente para a Pública.

Mais recentes

Podcast: Meia Volta, Volver — Militares e Bolsonaro

26 de fevereiro de 2021 | por , e

O Pauta Pública recebe o jornalista Fabio Victor para conversar sobre a intensa e complicada relação entre militares e o governo Bolsonaro

Áudio revela ameaças e intimidação de advogada da Renova aos atingidos pelo desastre de Mariana

25 de fevereiro de 2021 | por

Após manifestação em linha férrea da Vale, advogada da Renova, fundação mantida pela Samarco, Vale e BHP Billiton, afirma que vai “dar o tom” em reunião com vítimas: “Não sou eu que estou falando, é o juiz dono do processo”, diz

Conheça os repórteres vencedores das Microbolsas Acesso à Internet

25 de fevereiro de 2021 | por

13ª edição das Microbolsas, feita em parceria com o Idec, recebeu mais de cem inscrições de repórteres de 20 estados diferentes