Agência de Jornalismo Investigativo

Maurício Moraes

Editor

Formado em Jornalismo (1997) e História (2015) pela Universidade de São Paulo (USP), é editor de fact-checking do Truco. Está na Agência Pública desde agosto de 2013. Trabalhou no jornal O Estado de S. Paulo de 1998 a 2003, cobrindo política municipal, e, de 2005 a 2008, como repórter de tecnologia. Em 2008, atuou como repórter de política na “Gazeta de Ribeirão”, em Ribeirão Preto. De 2008 a 2013, foi editor da revista “INFO Exame”, da Editora Abril. Como freelancer, publicou reportagens em revistas como “Época”, “Veja SP” e “Super”.


O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que aceitou pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Checamos a entrevista de Cunha sobre o impeachment

3 de dezembro de 2015 | por

Verificamos o que o presidente da Câmara afirmou, na quarta-feira (2), na entrevista coletiva dada para justificar a aceitação do pedido contra a presidente Dilma Rousseff

Exagerado, distorcido ou discutível

Mendonça e fosfoetanolamina. Não é bem assim!

26 de novembro de 2015 | por

“Entendo que a pesquisa [da fosfoetanolamina] deve estar à frente de tudo e que devemos ter cuidado com milagreiros. Mas, nesse caso específico, fiquei surpreso com tantas curas e resultados positivos”, afirmou Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC), deputado federal, no plenário, na terça-feira (24)

Cunha e pauta conservadora. Blefe!

25 de novembro de 2015 | por

“Não há pauta minha ou pauta conservadora que seja imposta à Câmara; todas passam pelo crivo da Casa”, disse Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, em artigo na Folha de S.Paulo, na terça-feira (24)

Exagerado, distorcido ou discutível

Cunha e derrubada de vetos. Não é bem assim!

20 de novembro de 2015 | por

“O governo não teve uma vitória apertada, teve uma quase derrota apertada, 251 a 132 é uma derrota”, afirmou Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, em entrevista coletiva na quarta-feira (19)

Correto, mas falta contexto

Paulo Paim e nova aposentadoria. Tá certo, mas pera aí!

17 de novembro de 2015 | por

“[Aprovamos] a fórmula 85/95, que agora é lei, ou seja, a mulher se aposenta com 55 anos e 30 de contribuição; o homem, 60 anos e 35 de contribuição. Com o fator, ele precisaria trabalhar até os 67 anos”, disse Paulo Paim (PT-RS), senador, no plenário, na segunda-feira (16)

Correto, mas falta contexto

Telmário Mota e banda larga. Tá certo, mas pera aí!

10 de novembro de 2015 | por

“A chamada ‘banda larga’ (...) já alcança 94 milhões de brasileiros, principalmente com a disseminação do uso dos acessos móveis”, disse Telmário Mota (PDT-RR), senador, no plenário, na segunda-feira (9)

Lindbergh e o crime de terrorismo. Zap!

30 de outubro de 2015 | por

“[Do jeito que está, o projeto de tipificação do terrorismo] é um projeto que abre as portas para criminalizar movimentos sociais”, afirmou Lindbergh Farias (PT-RJ), senador, no plenário, na quarta-feira (28)

Marcos Montes e o Estatuto do Desarmamento. Blefe!

30 de outubro de 2015 | por

“O Estatuto do Desarmamento só vale hoje para as pessoas honestas, pois os bandidos estão armados até os dentes; o Estatuto do Desarmamento não produziu qualquer efeito positivo”, disse Marcos Montes (PSD-MG), na quarta-feira (28), em reportagem publicada no site da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA)

Serraglio e demarcações de terras indígenas. Blefe!

29 de outubro de 2015 | por

“O que mais se censura na proposta é que a criação de reservas indígenas se tornaria praticamente irrealizável porque os projetos viriam do Executivo e, aqui no Congresso, não seriam encaminhados”, afirmou Osmar Serraglio (PMDB-PR), na terça-feira (27)

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em depoimento na CPI da Petrobras, em março

O dia em que a CPI protegeu Cunha

27 de outubro de 2015 | por

Ao prestar depoimento na CPI da Petrobras, no início do ano, o presidente da Câmara foi elogiado e chamado de “homem de Deus”; veja o que os parlamentares disseram durante a sessão

Kataguiri e o Conselho de Ética. Blefe!

21 de outubro de 2015 | por

“O impeachment é muito mais dependente de votos de parlamentares, no Conselho de Ética é um debate muito mais técnico”, afirmou Kim Kataguiri, um dos líderes do Movimento Brasil Livre, em entrevista após entrega do pedido de impeachment de Dilma Rousseff na Câmara, na quarta-feira (21)

Ângela e os homicídios entre jovens. Zap!

20 de outubro de 2015 | por

“Os índices de mortes por armas de fogo são em média duas vezes maiores entre pessoas de 15 e 29 anos”, afirmou Ângela Portela (PT-RR), senadora, no plenário, na segunda-feira (19)