Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Natalia Viana

Codiretora e editora

Natalia Viana é jornalista há 20 anos, diretora e co-fundadora da Agência Pública e Jornalismo Investigativo. É autora e co-autora de quatro livros sobre violações direitos humanos: Plantados no Chão (Conrad, 2007), Jornal Movimento, uma Reportagem (Manifesto, 2010) e Habeas Corpus: Que Se Apresente o Corpo (Secretaria de Direitos Humanos, 2010) e o e-book O Bispo e Seus Tubarões, sobre o impeachment de Fernando Lugo no Paraguai (Agência Pública, 2013). Como repórter e editora, venceu diversos prêmios de jornalismo,  entre eles o Prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos (2005/2016), o prêmio Comunique-se (2016/2017), o Prêmio Trofeu Mulher Imprensa (2011/2013) e o prêmio Gabriel García Márquez (2016).

Em 2018, foi reconhecida como empreendedora social da rede Ashoka e passou a integrar o Conselho Reitor da Fundação Gabriel García Márquez.


Um espião indiscreto contra Chávez

18 de março de 2013 | por

Pública segue o rastro de um espião machista e temperamental enviado pela USAID para distribuir dinheiro à oposição venezuelana e dividir o chavismo

Passo a passo, o plano da Usaid para acabar com o governo de Chávez

18 de março de 2013 | por

Documento secreto do WikiLeaks detalha como o embaixador William Brownfield, hoje secretário-assistente do Departamento de Estado, planejava acabar com o chavismo

Relações militares

7 de fevereiro de 2013 | por

Documentos do Wikileaks revelam que os EUA treinaram centenas de policiais e militares paraguaios de 2005 a 2010 – entre eles futuros comandantes militares de Franco

Paraguai: os EUA e o impeachment

4 de fevereiro de 2013 | por

Como o governo americano mantinha influência em todas as esferas de poder que foram fundamentais na remoção de Fernando Lugo, desde a Polícia Nacional até a Corte Suprema paraguaia

Curuguaty, a matança que derrubou Lugo

24 de novembro de 2012 | por

Pública revisou a investigação oficial e visitou camponeses acusados de emboscar a polícia, no conflito que justificou o impeachment do presidente paraguaio. O descaso é arrepiante

A destituição de Lugo, vista do palácio

22 de novembro de 2012 | por

A ordem do dia era condenar o presidente paraguaio; Lugo tinha informações de um plano para causar um derramamento de sangue na praça

O bispo e seus tubarões

21 de novembro de 2012 | por

O impeachment a Fernando Lugo começou a ser tramado em 2008. Sem provas, destituição deveria “servir de lição a futuros governantes”.

Especial Paraguai

21 de novembro de 2012

Série especial que investiga o impeachment do bispo Fernando Lugo , o único presidente progressista da história do Paraguai, em 2012

Muito além da embaixada

20 de agosto de 2012 | por

Trancado em um pequeno escritório, o australiano vazou 2 milhões de documentos do governo sírio, fez um chanceler britânico perder as estribeiras e ainda teve tempo de satirizar o editor do New York Times

Em meio a tensão diplomática, Equador concede asilo a Assange

15 de agosto de 2012 | por

Governo britânico ameaça entrar na embaixada do Equador; chanceler equatoriano diz que pode ir a Tribunal de Haia

Julian está trabalhando na embaixada, diz jornalista amigo de Assange

21 de junho de 2012 | por

Em entrevista à Pública, Gavin MacFadyen fala do que viu e ouviu na embaixada do Equador em Londres

Revolução à americana

18 de junho de 2012 | por

Documentos vazados pelo WikiLeaks mostram como age uma organização que treina oposicionistas pelo mundo afora – do Egito à Venezuela

Login para aliados

Participe e seja aliado.

Fechar