Buscar
Agência de jornalismo investigativo

Mais recentes

Gabinete de Segurança Institucional responde (e não responde) à Pública

Por

Gabinete que coordena ações da inteligência brasileira confima visita de agente da Stratfor - mas se nega a revelar mais.

WIKILEAKS: Os alunos de Clouseau

Por , ,

Documentos inéditos sobre a atuação da Stratfor no Brasil expõem o amadorismo de espiões e fontes. Sua representante foi recebida no Gabinete de Segurança Institucional da presidência

Reva Bhalla, da Stratfor, no GSI

Por , ,

Representante da Stratfor foi recebida pelo alto escalão do GSI, que teria lhe contado que Brasil "prendeu terroristas ligados ao 11 de setembro"

The land belongs to the indian, but whose is the carbon?

Por , ,

An Irish company has purchased rights to the carbon credits of the indigenous land of the Munduruku Tribe in the Amazon. They promised US$ 120 million over 30 years, but experts say the contract is illegal

A terra é dos índios. E o carbono, é de quem?

Por , ,

Por US$ 120 milhões, empresa irlandesa compra direitos sobre créditos de carbono dos índios Munduruku, no Pará; contrato valeria por 30 anos. A Funai foi deixada de fora

Brazil Arms Exports: Country Preaches Peace, Sells Tons Of Arms

Por ,

Brazilian government pushes for more exports of light arms, while the industry lacks transparency. In 5 years Brazil exported 4,5 millions of guns and weapons

Brasil, produtor e exportador de armas

Por ,

De maneira pouco transparente, governo incentiva crescimento da indústria. Levantamento inédito do Exército revela que em 5 anos exportamos 4,5 milhões de armas leves

Empresas de armas miram África e Ásia para ampliar exportações

Por ,

Com apoio da diplomacia brasileira, empresas buscam mercado em países com violações de direitos humanos. Armas e munições foram para Tunísia, Paquistão e Iêmen

Em cinco anos, 4,3 milhões de armas nas ruas

Por ,

Nos últimos 5 anos foram comercializadas 4,3 milhões de armas no Brasil – somente de fabricantes nacionais. Número é bem maior do que se estimava. Indústria não revela produção.

Julian Assange’s WikiLeaks: Ten Days That Changed The World

Por

As Assange fights against extradition to Sweden, a collaborator tells for the first time the story of the group that gathered a year ago to prepare the biggest leak in history.

Jornal Movimento, uma reportagem

Por ,

Este livro conta a história do semanário Movimento, que circulou entre 1975 e 1981. Um jornal sem patrão, tocado pelos próprios jornalistas, que venceu a censura e promoveu a democracia em plena ditadura. Autores: Carlos Azevedo, Marina Amaral e Natalia Viana

Especial Haiti

Por ,

Série de reportagens com base em entrevistas em campo, documentos e correspondência diplomática do Wikileaks

HAITI: Aba Minustah

Por ,

Às vésperas de mais uma renovação da missão de paz, manifestantes pedem a saída das tropas da ONU comandadas pelo Brasil; documentos confirmam rumores de golpe contra Aristide

Parte II: O papel do Brasil é "impor a paz"

Por ,

Segundo fonte, tropas brasileiras foram contatadas pelo Comando Sul americano antes da queda de Aristide; estratégia de pacificação nas favelas haitianas serviram de base para as UPPs

Parte III: Mais abusos, menos punições

Por ,

Relatórios da controladoria da ONU revelam outros abusos sexuais envolvendo soldados da Minustah; para ex-diretora, soldados repatriados não são devidamente punidos

Parte IV: No horizonte, a retirada das tropas…

Por ,

Ex-representante da OEA reclama de interferência políticae diz que missão de segurança perdeu sentido depois do terremoto

WikiLeaks: Os momentos finais do Cablegate

Por

Como uma série de erros levou à publicação sem edição de milhares de documentos diplomáticos dos EUA

A dança dos encapuzados

Por

Desfecho trágico para as greves e passeatas por educação gratuita: um estudante morto pela polícia. A repórter da Pública esteve lá e sentiu a violência na pele.

SEMANA WIKILEAKS

Por

15 repórteres, 2.500 documentos, 3 dias. O resultado: 50 matérias inéditas sobre documentos diplomáticos referentes ao Brasil obtidos pelo WikiLeaks.

Amorim: a pedra no meio do caminho

Por ,

Documentos do Wikileaks revelam como o serviço diplomático americano elaborou uma estratégia para (não) lidar com o ex-chanceler e hoje ministro da Defesa Celso Amorim, tido como "esquerdista".