Agência de Jornalismo Investigativo

Ditadura militar

Há 55 anos o Brasil sofreu um golpe militar que durou 21 anos e provocou a morte e/ou desaparecimento de 423 pessoas (entre 1964 e 1985), além do massacre de 8 mil indígenas conforme o Relatório Final da Comissão da Verdade. Uma história que continua viva: só em março deste ano a Justiça Federal reconheceu a primeira vítima da ditadura, um militar assassinado em um quartel 4 dias depois do golpe. Em julho de 2017, a Corte interamericana de Direitos Humanos já havia condenado o Brasil por crime contra a humanidade no caso do assassinato do jornalista Vladimir Herzog, em 1975.

A história da ditadura ainda instiga pesquisadores e jornalistas à busca pela verdade, já que o Exército, a Marinha e a Aeronáutica nunca entregaram seus arquivos sobre esse período. O certo é que, como reconheceu o governo brasileiro em 2007, o Estado brasileiro foi responsável por crimes hediondos como tortura, estupro, assassinato, esquartejamento e a ocultação de cadáveres jamais expostos em toda sua extensão à sociedade brasileira.

O direito à memória e à verdade está entre as garantias primordiais a que todos os cidadãos têm direito de acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Acompanhe a seleção de reportagens da Pública sobre a ditadura militar realizadas desde 2011.

Neste especial

1964: “O Brasil não estava à beira do comunismo”, diz historiador

1 de abril de 2019 | por

Rodrigo Patto Sá Motta explica as batalhas de memória e historiográficas em torno da ditadura, caso do vídeo pró-golpe divulgado ontem pelo Planalto

Boris Fausto sobre o golpe de 64: “É impossível negar os fatos”

29 de março de 2019 | por

Nas vésperas do aniversário do golpe militar, historiador avalia que há uma tentativa de revisionismo da ditadura e que não há paralelo na história republicana de um governo como o atual. "É uma situação que produz espanto".

Os militares que a ditadura brasileira tentou apagar

12 de março de 2019 | por

Levantamento inédito da Pública revela que indenizações a anistiados da ditadura, foco de críticas da ministra Damares Alves, contemplam mais de 3 mil militares perseguidos; para cada três civis anistiados, há um militar

Atentados de direita fomentaram AI-5

1 de outubro de 2018 | por

Cinquenta anos depois do ato que sepultou as liberdades democráticas no país, a Pública obtém documentos que provam que foi a direita paramilitar, e não a esquerda, que deu início a explosões de bombas e roubos de armas

Negar a ditadura é uma agressão às vítimas e à sociedade

25 de outubro de 2018 | por

Especialista em justiça na transição de regimes autoritários para democráticos, professora analisa o comportamento do Judiciário brasileiro em relação à ditadura militar e aponta os perigos de negar ou relativizar os crimes cometidos pela ditadura

Documentos da Cruz Vermelha revelam massacre de indígenas na ditadura

24 de outubro de 2016 | por

Trabalhos forçados, miséria e doenças levaram povos "à beira do extermínio" na década de 1970, registram informes confidenciais do Comitê Internacional da entidade

Um torturador francês na ditadura brasileira

1 de abril de 2014 | por

Documentação obtida por pesquisador na França traz detalhes sobre atividades de Paul Aussaresses, o carrasco de Argel, adido militar no Brasil dos anos 70

Ditadura criou cadeias para índios com trabalhos forçados e torturas

24 de junho de 2013 | por

Acusações de vadiagem, consumo de álcool e pederastia jogaram índios em prisões durante o regime militar; para pesquisadores, sociedade deve reconhecê-los como presos políticos

EUA fizeram lobby pró-censura durante governo militar

9 de abril de 2013 | por

Embaixada pediu a repórter da TV americana para ouvir Roberto Marinho, da Globo, e Nascimento Brito, diretor do Jornal do Brasil, vozes menos criticas à censura oficial

Ligações perigosas: a DEA e as operações ilegais da PF brasileira

8 de abril de 2013 | por

Documentos mostram que o ex-diretor da PF, general Caneppa, tido como um dos primeiros líderes da Condor, efetuou prisões e extradições ilegais a pedido do departamento anti-drogas americano

Conversas com Mr. DOPS

9 de fevereiro de 2012 | por

Nossa repórter passou mais de 15 horas entrevistando um ex-delegado da ditadura. Enfrentou resistência, informações desencontradas e até um suposto pacto de silêncio – um embate que antecipa os desafios da Comissão da Verdade

Você precisa ser um aliado para comentar.
Fechar
Fechar
Só aliados podem denunciar comentários.
Fechar

Explore também

Amazônia em disputa

3 de maio de 2016

Projeto especial que investigou a atuação das agências governamentais em meio à disputa predatória por terra na maior floresta tropical do planeta: o Incra, a Funai, o ICMBio e o Serviço Florestal Brasileiro

Microbolsa Criança e Água

15 de abril de 2015

Investigações realizadas através do Concurso de Microbolsas de Reportagens.

Microbolsa fome

13 de março de 2019

A 9ª edição das Microbolsas, parceria da Agência Pública com a Oxfam Brasil, investigou a volta da fome no Brasil.

Mais recentes

Wikileaks – Cablegate

15 de abril de 2019

Desde a sua fundação a Agência Pública foi parceira do WikiLeaks no Brasil. O vazamento dos documentos diplomáticos americanos, devidamente contextualizados, deu origem a uma extensa e reveladora cobertura, com mais de cem reportagens.

Tapajós em disputa

11 de abril de 2019

A equipe da Pública acompanhou a luta do povo Munduruku contra a construção da hidrelétrica São Luiz do Tapajós. A realização das reportagens contou com o apoio da organização Mongabay.

Microbolsa violência policial

1 de abril de 2019

A oitava edição das Microbolsas, parceria da Agência Pública com a Conectas Direitos Humanos, investigou a violência policial e intervenção militar no Rio de Janeiro.