Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Andrea DiP

Andrea Dip é repórter especial e editora na Agência Pública de Jornalismo Investigativo. Trabalha com jornalismo em direitos humanos desde 2001. Recebeu sete prêmios de jornalismo em Direitos Humanos e foi finalista do Prêmio Gabriel García Márquez para o Novo Jornalismo Ibero-Americano em 2015, junto ao quadrinista Alexandre de Maio, com a primeira reportagem investigativa feita em quadrinhos no Brasil. Em maio de 2018 lançou seu primeiro livro reportagem “Em nome de Quem? A bancada evangélica e seu projeto de poder” que recentemente levou o 3o lugar no Prêmio da Biblioteca Nacional. Em junho lançou o documentário “Sob Constante Ameaça”, realizado em co-direção com o artista Guilherme Peters. É becária Cosecha Roja e Independent Journalism Program de Open Society Foundation 2018 na cobertura sobre juventude, desigualdade e pobreza, violência contra as mulheres, crimes de ódio e ataques contra a comunidade LGBTQ.


Existe “ideologia de gênero”?

30 de agosto de 2016 | por

Em entrevista à Pública, a doutora em Educação Jimena Furlani, que desenvolveu extensa pesquisa sobre o assunto, explica os equívocos do conceito

Escola Sem Partido caça bruxas nas salas de aula

30 de agosto de 2016 | por

Movimento apoiado por conservadores motiva sindicâncias contra professores e provoca censura nas aulas em estados e municípios onde a restrição de liberdade de expressão já é lei

Dilma Rousseff interview: Brazil’s first female leader on trying to clear her name

27 de junho de 2016 | por , e

Exclusive Q&A : Ms Rousseff said she was the victim of a 'parliamentary coup'

Eles não me tiraram, não. Eu continuo sendo presidenta

27 de junho de 2016 | por , e

Durante 1h52, Dilma Rousseff falou à Pública sobre machismo, impeachment, América Latina, PSDB, governo Temer e polêmicas - de aborto a Lava Jato

O SOS de L., grávida do estupro, maltratada pela rede pública

12 de abril de 2016 | por

Uma mensagem enviada à página de Facebook da Pública muda a trajetória de L., que teve o direito ao aborto legal negado em Goiânia

Por que o machismo mata mais as negras

15 de março de 2016 | por

Enquanto as taxas de homicídios entre as brancas diminuem, as de mulheres e meninas negras tiveram uma alta de 19,5% em dez anos; Djamila Ribeiro explica por que

"A fogueira está armada pra nós"

15 de março de 2016 | por e

Negras são as principais vítimas do crime que mata as mulheres por serem mulheres; legislação específica ajuda, mas falhas na aplicação reduzem sua eficácia entre a população mais vulnerável

Os pastores do Congresso

19 de outubro de 2015 | por

Como as igrejas evangélicas escolhem seus políticos? Qual o segredo da força da bancada para barrar os avanços sociais e garantir privilégios como a isenção fiscal e a concessão de rádios e TV?

Afinal, o que os evangélicos querem da política?

19 de outubro de 2015 | por

A pesquisadora Bruna Suruagy conta o que descobriu sobre a bancada da bíblia, alvo de sua tese de doutorado

Jogados aos leões

25 de maio de 2015 | por

Interesses e crenças pessoais estão por trás do apoio de deputados à redução da maioridade penal; estatísticas e fatos desmentem mito de impunidade e periculosidade de adolescentes, principais vítimas de homicídio no país.

Machismo é a regra da casa

13 de março de 2015 | por

Publicitárias denunciam abusos de que são vítimas no trabalho e afirmam: os anúncios que indignam as mulheres nascem da cultura interna das próprias agências

Prende primeiro, pergunta depois

4 de fevereiro de 2015 | por

Mais de 40% dos encarcerados brasileiros são presos provisórios que têm as vidas destruídas mesmo quando inocentes, antes de qualquer processo legal